Eduardo Bolsonaro diz que Moro era um espião dentro do governo

Em publicação no Twitter, Eduardo Bolsonaro acusou Moro de ser um "espião" e também disse que o depoimento do ex-ministro foi feito com "delegados amigos para ver se acham algo contra Bolsonaro"

Eduardo Bolsonaro e Sergio Moro
Eduardo Bolsonaro e Sergio Moro (Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados | Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal e filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, atacou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro em publicação no Twitter neste domingo (3). \Moro deixoiu o governo atirando contra seu ex-aliado Bolsonaro e acusando-o de crimes como  como a tentativa de interferir na Polícia Federal para que aliados do presidente não fossem pegos por investigações.

Segundo Eduardo, o depoimento de 8 horas de Moro à PF, feito neste sábado, foi uma tentativa, junto com “delegados amigos”, “para ver se acham algo contra Bolsonaro”. “Moro não era ministro, era espião”, concluiu.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247