FHC reconhece que não haverá "terceira via" e diz que vota em Lula contra Bolsonaro

"O PT é um partido importante que se organizou", afirmou FHC ao reiterar que votará no ex-presidente Lula em um possível segundo turno contra Jair Bolsonaro. O petista "simboliza e tem eco", disse o tucano

www.brasil247.com - Ex-presidentes FHC e Lula
Ex-presidentes FHC e Lula (Foto: Reuters / Nacho Doce | Ricardo Stuckert)


247 - Depois de afirmar, em março, que votaria no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra Jair Bolsonaro, ex-chefe do Palácio do Planalto Fernando Henrique Cardoso (PSDB) reiterou o seu voto no petista, caso os dois nomes disputem o segundo turno da eleição de 2022. 

Questionado pelo jornal Valor Econômico se mobilizaria o País para que Lula voltasse ao poder, o tucano disse esperar "que não seja necessário, mas, se for, provavelmente sim". "O PT é um partido importante que se organizou. Não tenho medo do PT", afirmou.

"Temo que esse venha a ser o cenário mais provável e que Bolsonaro ganhe outra vez. Depende do clima que se crie. Vão inventar que Lula é isso ou aquilo. Já votei no Lula. Difícil que Lula seja representante da terceira via, embora ele, na alma, seja isso. Ele simboliza e tem eco", disse. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na entrevista, FHC também afirmou que "Bolsonaro simboliza algo para a classe média baixa porque transformou Lula no que ele não é, um comunista, uma ameaça para a democracia". "Lula nunca esqueceu o povo, mas sempre cativou o outro lado", continuou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FHC também fez críticas ao seu próprio partido, PSDB, que para ele "perdeu capacidade de atração e condição de ser fator real de poder". Ele descarta o governador de São Paulo, João Doria, como candidato: "Creio que ele [Doria] não tenha o conjunto de características que mova o Brasil profundo". E faz elogios ao senador Tasso Jereissati (CE).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula é líder nas pesquisas

Pesquisa Datafolha, divulgada na quarta-feira (12), apontou vitória de Lula contra Bolsonaro por 41% a 23% no primeiro turno e por 55% a 32% no segundo.

De acordo com o levantamento, os que rejeitam o governo, considerando-o ruim ou péssimo somaram 45%. Caiu de 30% para 24% o percentual dos brasileiros que aprovam o governo, na comparação com a pesquisa anterior, de março. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email