PSOL aciona PGR e Comissão de Ética para que Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, seja afastado

O partido pede que Ricardo Salles seja retirado do cargo devido ao "risco que sua permanência representa para o sistema de proteção e fiscalização do meio ambiente"

Jair Bolsonaro e o Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles
Jair Bolsonaro e o Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles (Foto: Marcos Correa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PSOL acionou a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Comissão de Ética da Presidência para que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, seja afastado da pasta. O deputado Ivan Valente, representando o PSOL, afirma que o principal motivo são as declarações dadas por Salles na reunião do dia 22 de abril. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Na reunião, o ministro afirmou que o momento de crise do novo coronavírus deve ser aproveitado para “passarem a boiada”, enquanto a imprensa se preocupa com a pandemia. Salles ainda disse à reportagem que se referia a “atualizar normas dos ministérios”.

"A oportunidade que nós temos, que a imprensa tá nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação, todas as reformas", disse Salles na reunião ministerial.

"Então pra isso precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas", acrescentou. 

O PSOL pede que Salles seja demitido pelo "risco que sua permanência representa para o sistema de proteção e fiscalização do meio ambiente", acrescenta a reportagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247