Renan Calheiros pede ao Twitter suspensão de mais de 3 mil contas bolsonaristas

O senador Renan Calheiros (MDB), provável relator da CPI da Covid, que investiga o governo Jair Bolsonaro, pediu a suspensão de 3.043 contas para o Twitter. Ele tem sido alvo de bolsonaristas nas redes sociais

Renan Calheiros afirmou em seu Twitter que Bolsonaro é um monstro.
Renan Calheiros afirmou em seu Twitter que Bolsonaro é um monstro. (Foto: Agência Senado | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Renan Calheiros (MDB), provável relator da CPI da Covid, que investiga o governo Jair Bolsonaro, pediu a suspensão de 3.043 contas para o Twitter. Por ser o parlamentar mais provável de assumir a CPI, Calheiros tem sido alvo de bolsonaristas nas redes sociais.

Bolsonaro ainda tenta colocar um aliado seu na relatoria da CPI, e assim minimizar os efeitos que ele possa vir a ter contra ele. Os preferidos pelo governo para assumir as funções são os senadores Eduardo Girão (Podemos) e Marcos Rogério (DEM).

O senador alagoano, porém, usa um aplicativo para detecção de robôs, para filtrar o que realmente pensa a opinião pública, segundo coluna de Lauro Jardim no jornal O Globo.

Segundo o aplicativo, no domingo, 18, de mil menções a seu nome na relatoria, 67% foram feitas por robôs bolsonaristas. Com base nisso, ele pediu o cancelamento dos perfis.

Renan: Bolsonaro usa TCU para se blindar de crime de responsabilidade

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) acusou o governo Jair Bolsonaro de tentar manobrar para conseguir a maioria no Tribunal de Contas da União (TCU) e se blindar contra uma acusação de eventual crime de responsabilidade por causa da sanção do Orçamento de 2021. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

"O Orçamento atual é um verdadeiro tour da França. Festival de irregularidades e sequestro de R$ 51 bi para emendas parlamentares e do ex-relator. Trocar ministro do TCU para tentar driblar a inconstitucionalidade do que foi aprovado pelo Congresso é absurdo", disse Renan em sua página no no Twitter.

De acordo com a colunista, um dos ministros do TCU, Raimundo Carreiro, comunicou ao senador que pode deixar o TCU para assumir uma embaixada de Portugal, abrindo vaga para que Bolsonaro indique um novo ministro ligado a ele.

Um dos nomes aventados é o do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

"O jogo de xadrez pode enfrentar dificuldades. Já há articulações em andamento para que a senadora Katia Abreu, que preside a Comissão de Relações Exteriores do Senado, dificulta a indicação de Carreiro para qualquer embaixada, já que ela teria que ser aprovada pelo colegiado", salientou Mônica.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email