Dino: Bolsonaro quer o caos para colocar militares nas ruas

O governador do Maranhão, Flávio Dino, denuncia: Bolsonaro atrasa os trâmites envolvendo a renda básica de R$ 600 reais, destinada aos trabalhadores autônomos em quarentena, para promover o caos no Brasil. “Aparentemente, deseja o caos para “ter razão” e tentar convencer os militares a irem para as ruas”

Flávio Dino e Jair Bolsonaro
Flávio Dino e Jair Bolsonaro (Foto: 247 | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino, fez uma denúncia em suas redes sociais. Segundo Dino, Bolsonaro atrasa os trâmites envolvendo a renda básica de R$ 600 reais destinada aos trabalhadores autônomos que seguem em quarentena, para promover o caos no Brasil. 

“Aparentemente, deseja o caos para “ter razão” e tentar convencer os militares a irem para as ruas”. 


Bolsonaro fez um grande alarde na mídia ao dizer que sancionou o seguro quarentena,  mas a proposta de renda básica emergencial ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.  Enquanto isso, nas periferias, a população já denuncia que não possui mais comida em casa. 

Mais cedo, Jair Bolsonaro postou um vídeo em seu perfil no Facebook na manhã desta quinta em que uma mulher pede, na porta do Alvorada, que ele coloque o Exército nas ruas e ataca com violência os governadores e a imprensa "Pode ter certeza que a senhora fala por milhões de pessoas”, respondeu Bolsonaro. 

Veja: 



Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247