Ministério do Desenvolvimento Regional diz que não há risco de rompimento da Barragem Jati

Na sexta-feira (21), o rompimento de uma tubulação gerou vazamento na obra. 2 mil pessoas tiveram de ser evacuadas

Barragem Jati
Barragem Jati (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério do Desenvolvimento Regional informou que não há risco de rompimento da Barragem Jati, no Ceará. Na sexta-feira (21), o rompimento de uma tubulação gerou vazamento na obra do Eixo Norte do Projeto Integração do rio São Francisco.  2 mil pessoas tiveram de ser evacuadas na madrugada deste sábado (22).

O ministro Rogério Marinho viajou ao local na manhã deste sábado para acompanhar de perto os desdobramentos.

O comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, coronel Eduardo Holanda, disse ao G1 que a situação está sob controle. “Nesse momento a gente já pode passar para a população que a situação está sob controle e que não há risco eminente. A gente vai avaliar ainda a necessidade de retirada daquela comunidade mais próxima à barragem mas sob um caráter absolutamente preventivo. Não tem uma situação crítica no que se refere à segurança do equipamento".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247