André Constantine é solto após prisão arbitrária por "desacato"

Preso arbitrariamente enquanto discursava no centro do Rio sobre a situação do país e a letalidade da polícia, o comentarista da TV 247 André Constantine foi liberado por volta de 16h15 desta quinta-feira (4). Constantine participará do Boa Noite 247, onde vai contar detalhes do episódio

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O militante e líder no movimento de favelas do Rio de Janeiro André Constantine, comentarista da TV 247, foi solto na tarde desta quinta-feira (4), após ser detido pela Polícia Militar enquanto participava de manifestação no centro do Rio

Constantine foi levado à 5ª Delegacia da Polícia Civil sob acusação de desacato. Ele foi liberado por 16h15. Constantine foi para sua casa e participará do Boa Noite 247 desta quinta-feira, na TV 247, onde dará mais informações sobre o episódio. 

Ainda na 5ª DP, Constantine falou sobre o caso em uma transmissão ao vivo junto com o vereador Lindbergh Farias (PT-RJ). 

"Eu estava fazendo parte do ato contra o armamento da guarda municipal, que é um projeto que o prefeito Eduardo Paes enviou para a Câmara e nós somos contrários, e o microfone encontrava-se aberto. Eu estava discursando, tecendo críticas estruturais à polícia, e eles se sentiram ofendidos, mas em nenhum momento eu me direcionei pessoalmente aos policiais. Eles então romperam meu discurso e me conduziram até aqui, à 5ª DP, dentro de um contexto de desacato. Mas a gente vai sair, estamos conversando com o delegado titular. Eu estou bem, vou assinar aqui e vou embora", afirmou o militante que é filiado ao PT. 

A deputada Maria do Rosário (PT-RS), que classificou o ato como "ditadura", escreveu ofício ao governador do Rio, Claudio Castro (PSC), pedindo apuração rigorosa sobre a conduta dos policiais e as circunstâncias da prisão de André Constantine. 

Confira a declaração de André Constantine:


 Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email