É racismo religioso, diz padre Júlio Lancellotti sobre declarações de Michelle Bolsonaro

"Isso é um resquício do fundamentalismo, de uma mentalidade escravagista", afirmou o religioso em referência à primeira-dama

www.brasil247.com - Michelle Bolsonaro e o padre Júlio Lancellotti
Michelle Bolsonaro e o padre Júlio Lancellotti (Foto: Marcos Corrêa - PR / Editora 247)


247 - O padre Júlio Lancelotti criticou a declaração de Michelle Bolsonaro, após ela dizer, no último domingo (7), que o Palácio do Planalto já foi "consagrado a demônios". "É racismo religioso, porque grande parte das pessoas que integram essas religiões são negras. Pessoas que são extremamente desrespeitadas, maltratadas e alguns até mortos. Temos vários casos", disse o padre. A entrevista foi concedida à coluna de Chico Alves, publicada nesta quinta-feira (11).

"Isso é um resquício do fundamentalismo, de uma mentalidade escravagista que obrigou os nossos antepassados de matriz africana, os escravizados que vieram para o Brasil, a achar no sincretismo religioso uma saída", complementou. 

>>> 'Michelle Bolsonaro faz um maniqueísmo fundamentalista e perigoso', diz Frente Inter-religiosa

O religioso também criticou a decisão da Câmara Municipal de Curitiba (PR), de cassar o mandato do vereador Renato Freitas (PT), acusado de invadir uma igreja durante um culto, no começo do ano, quando participou de manifestações contra o assassinato do congolês Moïse Kabagambe no Rio de Janeiro. 

Segundo Lancellotti, "invadir um recinto religioso de matriz africana para destruir, queimar, matar ou arrasar não dá em nada". "Não tem a celeuma que teve a fake news de Curitiba. O Renato não invadiu a igreja. O racismo é estrutural e dentro disso, está o racismo contra as manifestações religiosas de matriz africana".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email