Ex-juiz parcial Moro diz que não roubou eleição de 2018 para Bolsonaro – e vira piada

"Eu não interferi naquele processo eleitoral", diz o ex-juiz que foi condenado pela mais alta corte do Brasil por parcialidade contra o ex-presidente Lula e depois foi ministro de Jair Bolsonaro

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 – O ex-juiz Sérgio Moro, que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal pelo crime de parcialidade, o mais grave que pode ser cometido por um magistrado, disse, em entrevista, que não interferiu nas eleições de 2018 – e virou piada nas redes sociais. Como se sabe, Moro prendeu sem provas o ex-presidente Lula para permitir a ascensão do governo neofascista de Jair Bolsonaro – de quem o próprio Moro foi ministro. Além disso, segundo o Dieese, Moro destruiu nada menos do que 4,4 milhões de empregos no Brasil, ao quebrar as construtoras nacionais e paralisar os investimentos da Petrobrás. Confira a fala de Moro, que vem sendo apoiado pela Globo, a despeito da destruição provocada pelo ex-juiz parcial e suspeito:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email