Gleisi rebate dono da Natura, que atacou Lula: “antigo é não combater a fome”

Deputada federal lembrou que empresário ficou rico durante os governos petistas e ironizou apoio a Tebet: "Esse novo deles é a ponte do Temer, que jogou o país nessa crise"

www.brasil247.com - Gleisi Hoffmann e Pedro Passos
Gleisi Hoffmann e Pedro Passos (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados | Reprodução/Youtube)


247 - A deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, rebateu a declaração do dono da Natura, Pedro Passos, que atacou as propostas do ex-presidente Lula (PT) em entrevista ao Estado de S. Paulo publicada nesta segunda-feira (4).

Passos havia afirmado que as propostas de reformas tributária e administrativa do petista são "superficiais" e reprovou a crítica de Lula à política de preços da Petrobrás. Além disso, declarou apoio à pré-candidata Simone Tebet (MDB), que representa o projeto mal-sucedido da "Ponte para o futuro" de seu correligionário Michel Temer.

Gleisi respondeu ao empresário em seu Twitter: "Pedro Passos, da Natura, que lucrou muito nos governos do PT, diz que Lula traz soluções antigas, que o novo tá na terceira via com Tebet. Esse novo deles é a ponte do Temer, que jogou o país nessa crise e é seguida por Bolsonaro." Vale destacar que Passos se tornou bilionário na era Lula, com a expansão do mercado de consumo e a abertura de capital de sua empresa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Lembrar que antigo É NÃO combater a fome e a miséria no país", concluiu a presidente do PT.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email