Mourão: explosão no Líbano foi ‘típico caso de negligência e imprudência’

“Por enquanto, é um típico caso de negligência e imprudência ao guardar em área pública explosivos, incluindo o nitrato de amônio, base do ANFO, que é um explosivo instável e ultra potente”, disse o general Hamilton Mourão à CNN

Hamilton Mourão
Hamilton Mourão (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O general Hamilton Mourão disse que a explosão na região portuária de Beirute, capital do Líbano, “por enquanto, é um típico caso de negligência e imprudência”, à CNN. A explosão deixou centenas de mortos e milhares de feridos.

“Por enquanto, é um típico caso de negligência e imprudência ao guardar em área pública explosivos, incluindo o nitrato de amônio, base do ANFO, que é um explosivo instável e ultra potente”, disse.

Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira, 5, que o Brasil vai enviar ajuda ao Líbano. “O Brasil vai fazer mais do que um gesto, algo de concreto, para atender, em parte, aquelas dezenas de milhares de pessoas que estão em uma situação bastante complicada”, disse Bolsonaro no final de uma cerimônia no Ministério de Minas e Energia, afirmando que ligou para o embaixador do Líbano no Brasil. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247