Trump discursa e ordena que trumpistas deixem o Capitólio, mas insiste em "eleição roubada"

“Eu sei que vocês estão tristes. Tivemos uma eleição roubada de nós. Foi uma eleição que vencemos de lavada”, afirmou Donald Trump em vídeo publicado nas redes sociais, no ordenou que seus seguidores abandonem o Congresso

(Foto: Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Republicano), ordenou a seus seguidores,  com um víde no Twitter, no começo da noite desta quarta-feira (6) que eles abandonem o Congresso, depois da invasão para impedir a certificação da vitória eleitoral de Joe Biden.

O republicano, porém, continuou insuflando os trumpistas  ao reafirmar a desmoralizada tese de que as eleições teriam sido fraudadas contra ele.

“Eu sei que vocês estão tristes. Tivemos uma eleição roubada de nós. Foi uma eleição que vencemos de lavada”, afirmou no vídeo.

“Mas vocês precisam ir para casa agora. É preso ter paz e a Lei e Ordem”, declarou ao defender novamente que os manifestantes não entrem em conflitos com a polícia. “Foi uma eleição fraudulenta, mas não podemos jogar o mesmo jogo que essas pessoas”, ressaltou. “Vão para casa, precisamos de paz”, concluiu.

Mais cedo, Trump escreveu em seu Twitter “pedindo para todos no Capitólio dos EUA a permanecerem pacíficos. Sem violência!” “Lembrem-se, NÓS somos o Partido da Lei e da Ordem - respeitem a Lei e nossos grandes homens e mulheres em azul”, escreveu sobre os confrontos.

Em outra publicação, Trump afirmou: “Por favor, apoiem nossas forças da Lei e a polícia do Capitólio. Eles realmente estão ao lado do nosso país. Mantenham-se pacíficos!”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247