Aras abre apuração para avaliar “eventual crime de apologia ao nazismo” por Kataguiri e Monark

Procurador-geral da República abriu apuração após comentário do âncora do Flow Podcast em defesa da existência de um partido nazista

www.brasil247.com - Augusta Aras, Kim Kataguiri e Monark
Augusta Aras, Kim Kataguiri e Monark (Foto: ABr | Reprodução)


247 - O procurador-geral da República, Augusto Aras, abriu apuração para avaliar “eventual crime de apologia ao nazismo” cometidos pelo deputado federal Kataguiri (Podemos-SP) e por Bruno Aiub, conhecido como Monark, apresentador do Flow Podcast. 

A ação do PGR ocorre após episódio em que o apresentador do Flow defendeu a legalidade de um partido nazista no Brasil, e Kim concordou. A deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), também presente no programa, criticou.

Caso se conclua que houve algum tipo de crime na fala do deputado e do apresentador, a PGR poderá denunciálos - ao STF, no caso de Kataguiri, e à Justiça de São Paulo, no caso de Monark.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Flow perdeu patrocinadores após o episódio e os direitos de transmitir 16 jogos do Campeonato Carioca. Entrevistados também cancelaram participações futuras ao programa. Monark, apesar de sócio do podcast, foi afastado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moraes e Gilmar Mendes

Os ministros do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes comentaram o episódio. Moraes classificou a declaração de Monark como “abominável e criminosa apologia ao nazismo”. "Qualquer apologia ao nazismo é criminosa, execrável e obscena”, complementou Gilmar Mendes em suas redes sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email