Marina em Davos: 'há pressa para o enfrentamento à desigualdade, ao risco climático e à perda de biodiversidade'

A ministra do Meio Ambiente e Mudança Climática destacou o encontro com a ativista ambiental sueca Greta Thunberg em Davos, na Europa, onde ocorre o Fórum Econômico Mundial

www.brasil247.com - Marina Silva e Greta Thunberg
Marina Silva e Greta Thunberg (Foto: Reprodução (Redes Sociais))


247 - A ministra do Meio Ambiente e Mudança Climática, Marina Silva, afirmou nesta quinta-feira (19) que teve um encontro com a ativista ambiental sueca Greta Thunberg em Davos, na Suíça, onde ocorre o Fórum Econômico Mundial.

"Tive a graça de ter um potente e encorajador encontro com a terceira geração de ativistas ambientais. As juventudes têm pressa por resultados no enfrentamento das desigualdades, do risco climático e da perda de biodiversidade", disse Marina pelo Twitter. 

>>> TSE abre investigação contra Bolsonaro por abuso de poder político

"Ao lado de jovens mulheres ativistas de vários continentes pensei: dos empates locais em Xapuri ao lado de Chico Mendes, em defesa da floresta, ao empate global para evitar o completo desequilíbrio do planeta, ao lado de Greta Thunberg e suas companheiras de novas/velhas jornadas".

A ministra havia destacado o aumento de dinheiro no Fundo Amazônia como uma das alternativas para o combate ao desmatamento e mais fiscalização contra a criminalidade nas florestas brasileiras. 

>>> Justiça aceita pedido de recuperação judicial das Americanas

O desmatamento na Amazônia bateu novo recorde em 2022, mostrou um relatório divulgado nessa quarta (18) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, esteve no Fórum Econômico Mundial e destacou os investimentos em fontes de energia limpa como uma das soluções para dar mais rapidez à industrialização da América Latina. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247