Marcia Tiburi convoca Vera Magalhães a votar 13: é Lula ou fascismo

“Te convido a derrotar o fascismo que agora também te ameaça, elegendo @LulaOficial no primeiro turno”, escreve a professora e filósofa à jornalista

www.brasil247.com - Marcia Tiburi e Vera Magalhães
Marcia Tiburi e Vera Magalhães (Foto: Divulgação)


247 - A professora e filósofa Marcia Tiburi convocou a jornalista Vera Magalhães, alvo de agressão do deputado estadual Douglas Garcia nesta terça-feira (13), apoiador de Jair Bolsonaro, a votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ajudar a derrotar o fascismo.

“Oi @veramagalhaes eu e muitas mulheres públicas estamos há tempos na mira dos fascistas que agora também se voltam contra você. Lastimo”, postou a escritora em sua conta no Twitter, mencionando a conta de Vera.

“Te convido a derrotar o fascismo que agora também te ameaça, elegendo @LulaOficial no primeiro turno. Escolha: Lula ou o fascismo. Te esperamos!”, completou Marcia.

>>> Douglas Garcia se diz vítima de assassinato de reputação na Jovem Pan e implora por espaço

A agressão do deputado do Republicanos contra Vera aconteceu no estúdio da TV Cultura durante debate com candidatos ao governo de São Paulo. Antes do ataque, ele já havia feito uma postagem em suas redes sociais avisando que aguardava a jornalista chegar, o que mostrou que o gesto foi premeditado.

O diretor de Jornalismo da TV Cultura, Leão Serva, foi quem interrompeu a cena, pegando o celular de Douglas Garcia de suas mãos e jogando-o longe. "Ele veio aqui visivelmente com a intenção de, como eles gostam de falar, 'lacrar'. Entendo que a única solução possível naquela hora era afastá-lo da lacração", comentou.

Garcia foi abandonado até por Eduardo Bolsonaro, que afirmou que o ataque era “injustificável”. A postagem é feita em um contexto em que Jair Bolsonaro, que não sobe nas pesquisas, precisa urgentemente de votos do eleitorado feminino.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email