Serra embolsou quase R$ 33 milhões em apenas dois esquemas

Alvo de mandados de busca e apreensão, José Serra (PSDB-SP) é suspeito de receber não apenas R$ 5 milhões de forma ilegal, mas também outros R$ 4,5 milhões em 2006/2007 do cartel que construiu o Rodoanel em São Paulo. O tucano teria recebido outros R$ 23,3 milhões entre 2009 e 2010, totalizando R$ 32,8 milhões apenas em dois esquemas de corrupção recém-revelados

José Serra
José Serra (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Alvo de mandados de busca e apreensão nesta terça-feira (21), o senador José Serra (PSDB-SP) é suspeito de receber não apenas R$ 5 milhões de forma ilegal em sua campanha ao Senado em 2014, mas também outros R$ 4,5 milhões em 2006/2007 em 23 parcelas depositadas pelo cartel que construiu o Rodoanel em São Paulo. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), os depósitos feitos na Suíça foram transferidos para uma conta da filha Verônica no Panamá e depois voltaram ao país europeu na conta de uma empresa. O tucano teria recebido outros R$ 23,3 milhões entre 2009 e 2010, totalizando R$ 32,8 milhões apenas nos dois esquemas recém-revelados no período em que foi prefeito, governador de São Paulo e presidenciável. A informação é do site Viomundo

De acordo com o delegado Milton Fornazari Júnior, responsável pela operação Paralelo 23 desta terça, Serra e José Seripieri, fundador da Qualicorp, estão no "topo da cadeia criminosa". O Judiciário bloqueou R$ 5 milhões do senador. 

Em nota, o parlamentar classificou a operação como "abusiva" e  consequência da "espetacularização de ações deste tipo no país". "Importante reforçar que todas as contas de sua campanha, sempre a cargo do partido, foram aprovadas pela Justiça Eleitoral", disse. 

No início de julho, a Operação Lava Jato denunciou o ex-governador por lavagem de dinheiro. Segundo a denúncia do MPF, entre 2006 e 2007, ele recebeu pagamentos indevidos da Odebrecht em troca de benefícios nas obras do Rodoanel Sul. No âmbito desta denúncia, o Judiciário bloqueou R$ 40 milhões em conta usada por Verônica, filha dele, para receber propinas.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247