América latina

Argentina: governo nomeia Silvina Batakis como nova ministra da Economia

Batakis substitui Martín Guzmán, que deixou o cargo neste sábado, 2

www.brasil247.com - Silvina Batakis, na época em que era ministra da Economia da província de Buenos Aires
Silvina Batakis, na época em que era ministra da Economia da província de Buenos Aires (Foto: Reuters)


247 - O presidente argenntino, Alberto Fernández, nomeou neste domingo, 3, Silvina Batakis ao cargo de ministra da Economia do país, após a inesperada renúncia de Martín Guzmán, que deixou o cargo neste sábado, 2.

A nomeação da nova ministra pelo presidente foi confirmada pela porta-voz da Presidência, Gabriela Cerruti, em sua conta no Twitter. Ela definiu Batakis como uma "economista reconhecida".

"O presidente Alberto Fernández nomeou Silvina Batakis como chefe do Ministério da Economia. Batakis é uma renomada economista que cumpriu esse papel na província de Buenos Aires entre 2011 e 2015", publicou Cerruti.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Batakis, 54, ocupou o cargo de ministra da Economia na província de Buenos Aires, durante a gestão do atual ministro da Produção, Daniel Scioli. De 2019 e até agora, ela atuou como secretária de províncias do Ministério do Interior.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email