Após 'Juízo Final', MP prepara Apocalipse suíço

Investigadores da Operação Lava Jato embarcaram ontem para a Suíça com o objetivo de rastrear a origem dos recursos das contas de Paulo Roberto Costa e Fernando Baiano, além de outras que são atribuídas a Renato Duque; no caso de Costa, ele próprio declarou que os "seus" US$ 23 milhões foram pagos pela Odebrecht, de Marcelo Odebrecht; segundo a colunista Monica Bergamo, essa nova fase das investigações, que teria como alvo a maior empreiteira do País, estaria sendo chamada de "Apocalipse"

www.brasil247.com - Investigadores da Operação Lava Jato embarcaram ontem para a Suíça com o objetivo de rastrear a origem dos recursos das contas de Paulo Roberto Costa e Fernando Baiano, além de outras que são atribuídas a Renato Duque; no caso de Costa, ele próprio declarou que os "seus" US$ 23 milhões foram pagos pela Odebrecht, de Marcelo Odebrecht; segundo a colunista Monica Bergamo, essa nova fase das investigações, que teria como alvo a maior empreiteira do País, estaria sendo chamada de "Apocalipse"
Investigadores da Operação Lava Jato embarcaram ontem para a Suíça com o objetivo de rastrear a origem dos recursos das contas de Paulo Roberto Costa e Fernando Baiano, além de outras que são atribuídas a Renato Duque; no caso de Costa, ele próprio declarou que os "seus" US$ 23 milhões foram pagos pela Odebrecht, de Marcelo Odebrecht; segundo a colunista Monica Bergamo, essa nova fase das investigações, que teria como alvo a maior empreiteira do País, estaria sendo chamada de "Apocalipse" (Foto: Leonardo Attuch)


247 - Uma viagem dos procuradores Deltan Martinazzo Dallagnol e Orlando Martello, ontem à noite, para a Suíça, com retorno previsto para a próxima sexta-feira, fez correr o rumor de que a Operação Lava Jato, da Polícia Federal, estaria prestes a entrar em nova fase. Depois do "Juízo Final", nome dado à etapa que resultou na prisão de diversos executivos ligados a grandes empreiteiras como OAS, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, seria a vez do "Apocalipse".

Segundo reportagem dos jornalistas André Guilherme Vieira e Letícia Casado, publicada nesta terça-feira no jornal Valor Econômico, os procuradores viajaram com a missão principal de rastrear a origem de US$ 23 milhões depositados na conta de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras.

Costa afirmou ter recebido esta quantia, que será devolvida aos cofres públicos, da Odebrecht, empreiteira de Marcelo Odebrecht, que é a maior do País, com faturamento de R$ 97 bilhões. Por isso mesmo, circulou a informação de que a Odebrecht seria o principal alvo do "Apocalipse", segundo informa nesta terça a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, nas notas abaixo:

CIRCULANDO

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde ontem circulava a informação de que uma ação específica contra a Odebrecht já tinha até apelido: Operação Apocalipse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

VOO LIVRE
Uma viagem de investigadores da Operação Lava-Jato à Suíça reforçava a impressão, ontem, de que a Operação Apocalipse já estaria em seus preparativos finais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, os promotores não viajaram única e exclusivamente à Suíça para rastrear recursos de contas que eram utilizadas por Paulo Roberto Costa.

De acordo com a reportagem do Valor, eles também pretendem investigar a origem e o destino de recursos que passaram por contas atribuídas ao lobista Fernando Baiano, próximo à empreiteira Andrade Gutierrez, e a Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email