Bolsonaro sanciona lei que cria programa Médicos pelo Brasil, substituto do Mais Médicos

Jair Bolsonaro sancionou lei que substitui o programa Mais Médicos, chamado de Médicos pelo Brasil. Criado por meio de medida provisória em agosto e aprovado pelo Congresso, o programa prevê o envio de profissionais a locais de difícil acesso e alta vulnerabilidade

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de desmontar o programa Mais Médicos, um dos principais do Ministério da Saúde criado pelo governo Dilma Rousseff, responsável por levar atendimento médico a milhares de brasileiros que não tinham acesso a esse serviço, principalmente nas regiões mais afastadas do país, o governo Jair Bolsonaro informa sancionou nesta quarta-feira (18) a lei do programa Médicos pelo Brasil, supostamente criado para substituir o Mais Médicos.

Criado por meio de medida provisória em agosto e aprovado pelo Congresso, o programa prevê o envio de profissionais a locais de difícil acesso e alta vulnerabilidade, ou seja, nos mesmos moldes do Mais Médicos. No entanto, o programa custará no mínimo 50% mais caro do que o implantando com sucesso pela presidenta Dilma em 2013.

A sanção da lei que cria o Médicos pelo Brasil não constava na agenda de Bolsonaro desta quarta-feira. A cerimônia foi realizada no gabinete a portas fechadas e sem acesso da imprensa.

A nova lei ainda reincorpora os médicos cubanos que ficaram no Brasil depois do encerramento do convênio entre os dois países, medida que foi alterada pelo Congresso, já que não estava no texto original.

A gestão do "Médicos pelo Brasil" será feita por meio de uma agência a ser criada - será chamada de Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde, significa dizer que será uma associação de direito privado sem fins lucrativos, mas o texto elaborado pelo governo foi mantido.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247