Bolsonaro usa preço da gasolina para desviar atenção de seus acordos com 'velha política'

Jair Bolsonaro está montando um balcão de negociatas no Palácio do Planalto, oferecendo cargos a partidos do chamado Centrão, que ele sempre acusou de serem representantes da 'velha política'

Bolsonaro participa de manifestação antidemocrática no domingo 19/04/2020
Bolsonaro participa de manifestação antidemocrática no domingo 19/04/2020 (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Enquanto dizia a manifestantes pró-golpe que "não negociava nada", Bolsonaro iniciava negociações para oferecer cargos no segundo e terceiro escalões do governo. Seu objetivo é formar uma base parlamentar por meio da cooptação de partidos do chamado Centrão.

A revista Fórum informa que Jair Bolsonaro foi às redes sociais na manhã desta quinta-feira (23) para  a criticar o preço dos combustíveis, a fim de tirar o foco de suas tentativas de cooptar partidos para sua base no Congresso Nacional. 

Na manifestação do último domingo (19), em Brasília, Bolsonaro gritou para seus apoiadores que “não negociava nada”. Enquanto isso, já estava ativada a operação de oferta de cargos aos partidos do chamado Centrão.  

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247