Com Henrique Alves, Dilma tenta a paz com o PMDB

A presidente Dilma Rousseff vai anunciar o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB) como novo ministro do Turismo; ele substitui Vinicius Lages; em crise com o PMDB, a chegada de Alves, com bom trânsito no Congresso, a expectativa é de que as relações entre a presidente e os peemedebistas melhore; o ex-presidente da Câmara já tinha sido cogitado para assumir um ministério desde dezembro, mas houve um recuo após a imprensa publicar que ele estaria na lista da Lava Jato, o que não se confirmou

A presidente Dilma Rousseff vai anunciar o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB) como novo ministro do Turismo; ele substitui Vinicius Lages; em crise com o PMDB, a chegada de Alves, com bom trânsito no Congresso, a expectativa é de que as relações entre a presidente e os peemedebistas melhore; o ex-presidente da Câmara já tinha sido cogitado para assumir um ministério desde dezembro, mas houve um recuo após a imprensa publicar que ele estaria na lista da Lava Jato, o que não se confirmou
A presidente Dilma Rousseff vai anunciar o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB) como novo ministro do Turismo; ele substitui Vinicius Lages; em crise com o PMDB, a chegada de Alves, com bom trânsito no Congresso, a expectativa é de que as relações entre a presidente e os peemedebistas melhore; o ex-presidente da Câmara já tinha sido cogitado para assumir um ministério desde dezembro, mas houve um recuo após a imprensa publicar que ele estaria na lista da Lava Jato, o que não se confirmou (Foto: Valter Lima)

247 - A presidente Dilma Rousseff vai anunciar o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB) como novo ministro do Turismo. Ele substitui Vinicius Lages. Em crise com o PMDB, a chegada de Alves, com bom trânsito no Congresso, a expectativa é de que as relações entre a presidente e os peemedebistas melhore.

Henrique Eduardo Alves já tinha sido cogitado para assumir um ministério desde dezembro, mas houve um recuo após a imprensa publicar que ele teria sido citado por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, como um dos beneficiários na Operação Lava Jato. Com a divulgação da lista, sem o nome de Alves, ele voltou a ser opção da presidente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247