Contra vazamentos, Zelotes reforça segurança

Força-tarefa da Operação Zelotes, da Polícia Federal, trocou os telefones e transferiu documentos para salas com proteção maior; tudo para que não haja mais vazamentos da investigação; entre os nomes citados até agora como beneficiários no esquema de compra de sentenças no Carf, está o do ministro do TCU Augusto Nardes, relator das contas da presidente Dilma de 2014

policia federal
policia federal (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A força-tarefa da Operação Zelotes, da Polícia Federal, trocou os telefones e transferiu documentos importantes para salas com proteção maior.

O objetivo, segundo a coluna do jornalista Jorge Bastos Moreno, é evitar que haja novos vazamentos. Como cita Moreno, a investigação não ganhou a repercussão da Lava Jato, mas espera ter mais atenção quando começarem a ser divulgados nomes de políticos envolvidos.

Entre os supostos beneficiários no esquema de compra de sentenças no Carf citados até o momento está o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes, relator das contas da presidente Dilma Rousseff de 2014.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email