Damares insinua que Arruda traiu Bolsonaro e diz que direita está rachada

Ex-ministra bolsonarista se queixa de que foi chamada de ridícula

www.brasil247.com - Damares Alves
Damares Alves (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)


247 - Ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves disse em entrevista à Folha de S.Paulo que se lançou candidata ao Senado Federal para representar o bolsonarismo no Distrito Federal diante do racha no campo da direita. 

Mas a ex-ministra foi afastada do palanque do governador Ibaneis Rocha (MDB),  candidato à reeleição, que lidera a chapa que vai contar com o apoio de Bolsonaro no Distrito Federal. A chapa é integrada também pela ex-ministra Flávia Arruda (PL), que disputa a vaga no Senado, e o ex-governador José Roberto Arruda (PL), que tentará se eleger deputado federal.

No entanto, durante a pré-campanha, Arruda disse a correligionários que não pedirá votos a Bolsonaro no DF. "Foi essa fala dele que me fez levantar do sofá de casa, correr atrás e dizer: Bolsonaro vai ter uma candidata pedindo muito voto para ele aqui", afirmou Damares. 

Damares expôs atritos com o ex-governador. "Arruda dizia que eu era uma jocosa, ridícula, fanática. Falou horrores."

Sobre a campanha presidencial, a ex-ministra disse que Bolsonaro falhou na comunicação das medidas adotadas para as mulheres e, por isso, não conseguiu ainda bons resultados com o eleitorado feminino. 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email