Dino diz que terrorismo psicológico de Bolsonaro é parte do fascismo

Governador do Maranhão, Flávio Dino, usou o Twitter para afirmar que “as bobagens proferidas e agressões perpetradas” por Jair Bolsonaro “não são mera “cortina de fumaça” para esconder a agenda econômica recessiva e concentradora de renda”. “O terrorismo ideológico é parte estruturante do fascismo, que se alimenta desses espetáculos de mau gosto”, ressalta

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou o Twitter para afirmar que “as bobagens proferidas e agressões perpetradas” por Jair Bolsonaro “não são mera “cortina de fumaça” para esconder a agenda econômica recessiva e concentradora de renda”. “O terrorismo ideológico é parte estruturante do fascismo, que se alimenta desses espetáculos de mau gosto”, ressalta Dino.

Postagem de Dono faz referência aos últimos ataques desferidos por Bolsonaro contra a imprensa (leia no Brasil 247) e a declarações escatológicas, como as proferidas pelo ex-militar nesta última sexta-feira (9), quando sugeriu que um repórter que “fizesse cocô dia sim, dia não” como forma de contribuir para a preservação do meio ambiente (leia no Brasil 247). 

Confira a postagem de Flávio Dino sobre o assunto. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247