Em 2020, Brasil registrou maior número de queimadas da década: mais de 200 mil focos

No total, o país registrou 222.798 focos em 2020, ante 197.632 no ano anterior, sendo o maior número de focos em uma década

Bolsonaro com Ricardo Salles e incêndios florestais na BR 262 e estrada Parque no Pantanal
Bolsonaro com Ricardo Salles e incêndios florestais na BR 262 e estrada Parque no Pantanal (Foto: José Cruz/Agência Brasil | Chico Ribeiro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Sob o governo Jair Bolsonaro, que promoveu o desmente dos órgãos de fiscalização do Ministério do Meio Ambiente, o número de focos de queimadas no Brasil em 2020 subiu 12,73% na comparação com 2019.

Os dados são do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), segundo reportagem do G1. No total, o país registrou 222.798 focos em 2020, ante 197.632 no ano anterior, sendo o maior número de focos em uma década. 

O pior aumento foi visto no Pantanal, que registrou 22.116 queimadas em 2020 — mais do que o dobro dos 10.025 registros em 2019. Foi o maior número de focos no bioma desde 1998, ano do início da série histórica.

Na Amazônia: foram 103.161 focos de queimadas, contra 89.171 registradas em 2019. Isso representa um aumento de 15,68%, e é o maior número observado pelo Inpe desde 2017.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email