Em 24 horas, campanha de Dilma arrecada mais de 50% da meta

Arrecadação de verba para que a presidente eleita viaje pelo País denunciando o golpe parlamentar já havia arrecadado mais de R$ 288 mil, de 4.006 doadores, pela internet no segundo dia de campanha; a meta da campanha, chamada de Jornada pela Democracia, é chegar aos R$ 500 mil

Arrecadação de verba para que a presidente eleita viaje pelo País denunciando o golpe parlamentar já havia arrecadado mais de R$ 288 mil, de 4.006 doadores, pela internet no segundo dia de campanha; a meta da campanha, chamada de Jornada pela Democracia, é chegar aos R$ 500 mil
Arrecadação de verba para que a presidente eleita viaje pelo País denunciando o golpe parlamentar já havia arrecadado mais de R$ 288 mil, de 4.006 doadores, pela internet no segundo dia de campanha; a meta da campanha, chamada de Jornada pela Democracia, é chegar aos R$ 500 mil (Foto: Gisele Federicce)

247 – A campanha virtual da presidente eleita Dilma Rouseff já ultrapassou mais da metade da meta em 24 horas de duração. Lançada ontem na internet, pelo site Catarse, a arrecadação visa financiar viagens de Dilma pelo País para que denuncie o golpe.

De acordo com os números do site, às 13h desta quinta-feira 30, segundo dia de campanha, já haviam sido arrecadados R$ 288.074 mil, de 4.006 doadores, ou 57% da meta da campanha, que é de R$ 500 mil.

A ideia da arrecadação partiu de duas amigas de Dilma da época da ditadura militar, Guiomar Silva Lopes e Maria Celeste Martins, contrárias ao impeachment, depois que o presidente interino, Michel Temer, cortou as viagens de Dilma com aviões da FAB.

O Planalto informou que bancaria as viagens da presidente apenas para Porto Alegre (RS), onde mora sua família. Se quiser participar de eventos em outros estados com aviões da FAB, Dilma terá que arcar com os custos do percurso, determinou a Justiça do Rio Grande do Sul.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247