Especialistas em educação alertam que, sem vacinação, não é possível voltar às salas de aula

Especialistas em educação denunciam a ausência do ministério da Educação durante a pandemia, a realização do Enem desastroso e a urgente necessidade de vetar a volta às aulas, no cenário de aumento de infecções causadas pela Covid-19. Assista

(Foto: Reprodução/RBA/Tácio Melo/Secom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Especialistas em educação apontaram, em participação no programa “Pauta Brasil”, exibido na TV Perseu Abramo, a ausência do ministério da Educação durante a pandemia, a realização do Enem desastroso e a urgente necessidade de vetar a volta às aulas, no momento que ainda não existe um plano de vacinação em massa  e os casos de infecção pela Covid estão em alta. 

Denise Soares é graduanda em Administração, coordenadora nacional da organização não-governamental ART Jovem LGBT, membro da Coordenação de Assuntos Educacionais do PT, alertou no programa que já há crianças e jovens voltando às salas de aula sem um plano para um retorno seguro e cobrou das secretarias de educação o papel de mobilizar a comunidade e realizar esse debate. Para ela, não é “momento de voltar, é importante alertar pais, professores, alunos e funcionários e usar poder de mobilização”.

Denise defendeu também que o governo federal precisa apresentar um plano, “não seremos cobaias, nem nós, nem nossos professores. Queremos um plano de vacinação concreto. O movimento estudantil vai continuar pedindo que adiem os vestibulares e que as faculdades tenham preocupação com esse momento”.

Valdir Barranco é deputado estadual (PT-MT), biólogo com especialização em Gestão e Financiamento do Ensino Público, e relatou em sua fala as ações no legislativo do seu estado, com várias proposições e projetos de lei voltados para o tema, que foram boicotados “porque não querem dar as condições necessárias, com os protocolos e investimentos necessários para a volta às aulas e vacinas para todos já”.

Fátima Silva é professora de educação básica no Mato Grosso do Sul, secretária Geral CNTE, vice-presidenta da Internacional da Educação da América Latina. Em sua participação no programa ela não deixou de relembrar que os governos mais negacionistas criam situações que geram mais contágio e mortes e reafirmou o pedido de impeachment de Bolsonaro assim como seu julgamento por Tribunal Internacional, “porque esse governo é genocida”.

Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email