Incerteza sobre julgamento de suspeição de Moro no STF cria expectativa no PT

Partidários de Lula preferem que caso seja debatido antes da aposentadoria de Celso de Mello, em novembro, mas nada ainda é certo sobre como o STF vai organizar a pauta

Lula e Celso de Mello
Lula e Celso de Mello (Foto: Brasil 247 | STF | ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Mônica Bergamo escreve em sua coluna que "a incerteza em relação ao julgamento da suspeição de Sergio Moro no processo do triplex de Lula, que será analisada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), já eleva a tensão no PT e no entorno do ex-presidente".

A expectativa era a de que Moro fosse julgado no segundo semestre, ainda com a presença do ministro Celso de Mello na turma que discutirá o caso. Ainda não se sabe, porém, quando o STF vai voltar a ter sessões presenciais, informa a coluna.

A presença de Celso de Mello é incerta porque é possível que seja operado em breve.

No PT acredita-se que seria melhor que o debate fosse feito com o ministro Celso de Mello, um juiz garantista, presente. Celso de Mello se aposentará em novembro e seu substituto será indicado por Jair Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247