Jovens não se identificam com o golpe

Pesquisa Datafolha constata que número de pessoas entre 12 e 20 anos é muito pequeno nas manifestações pelo impeachment, apenas 4%; embora o jornal Valor tenha noticiado o "desinteresse dos jovens pela política", foi muito forte a presença de atos de estudantes contra o golpe

Pesquisa Datafolha constata que número de pessoas entre 12 e 20 anos é muito pequeno nas manifestações pelo impeachment, apenas 4%; embora o jornal Valor tenha noticiado o "desinteresse dos jovens pela política", foi muito forte a presença de atos de estudantes contra o golpe
Pesquisa Datafolha constata que número de pessoas entre 12 e 20 anos é muito pequeno nas manifestações pelo impeachment, apenas 4%; embora o jornal Valor tenha noticiado o "desinteresse dos jovens pela política", foi muito forte a presença de atos de estudantes contra o golpe (Foto: Roberta Namour)

247 – Para a maioria dos jovens brasileiros, os recentes protestos pelo impeachment não os representam. Segundo pesquisa Datafolha, no dia 13, o ato contra o governo Dilma Rousseff, na avenida Paulista, contou com apenas 4% de jovens entre 12 e 20 anos. No protesto anti-impeachment do dia 18, esse percentual foi maior de 9%.

Embora o jornal Valor tenha noticiado o "desinteresse dos jovens pela política", foi muito forte a presença de atos de estudantes contra o golpe. O diretor de pesquisas do Datafolha, Alessandro Jannoni disse em entrevista ao Valor que não vê sinais de despolitização da juventude. Ele lembra que os mais novos "nunca se entusiasmaram com os instrumentos institucionalizados de participação", daí o distanciamento em relação aos protestos recentes que refletem a disputa política tradicional.

Jannoni ressalta que as jornadas de junho de 2013 tinham proporção maior de jovens e que os mais novos foram os primeiros a expressar a crise de representação que assola o país (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247