Kotscho: enquanto ministros ganham aumento, 23 milhões foram jogados à miséria

Jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quinta-feira, 30, o acordo entre Michel Temer e ministros do Supremo Tribunal Federal que resultou no reajuste de 16,38% para o Judiciário, resultando num rombo fiscal de R$ 8 bilhões para 2019; "Enquanto os donos do poder se refestelavam no andar de cima, pesquisa da FGV Social, órgão ligado à Fundação Getúlio Vargas, divulgava os novos números da miséria no andar de baixo. Em pouco mais de dois anos de Temer, 23,2 milhões de brasileiros foram jogados para a linha abaixo da pobreza"

Kotscho: enquanto ministros ganham aumento, 23 milhões foram jogados à miséria
Kotscho: enquanto ministros ganham aumento, 23 milhões foram jogados à miséria

247 - O jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quinta-feira, 30, o acordo entre Michel Temer e ministros do Supremo Tribunal Federal que resultou no reajuste de 16,38% para o Judiciário, resultando num rombo fiscal de R$ 8 bilhões para 2019. O salário dos ministros do STF passará para R$ 39,2 mil.

"Enquanto os donos do poder se refestelavam no andar de cima, pesquisa da FGV Social, órgão ligado à Fundação Getúlio Vargas, divulgava os novos números da miséria no andar de baixo. Em pouco mais de dois anos de Temer, 23,2 milhões de brasileiros foram jogados para a linha abaixo da pobreza, tendo que sobreviver com R$ 203 por mês", compara Kotscho. 

O jornalista lembra que o total representa 11,2% da população brasileira. "Ou seja, um em cada dez brasileiros vive nesta condição sub-humana, num país com quase 13 milhões de desempregados", diz ele. 

"Quem buscar as causas dessa tragédia vai encontrar as digitais do ex-presidenciável Aécio Neves e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que se associaram após a eleição de 2014 para derrubar a presidente reeleita Dilma Rousseff, no embalo da Lava Jato e das pautas-bomba na Câmara, naquele 'grande acordo com Supremo com tudo' de Romero Jucá", afirma.

Leia o texto na íntegra no Balaio do Kotscho

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247