Lula: está provado que Moro fraudou eleição com delação de Palocci

A equipe de comunicação do ex-presidente Lula denuncia que, após as últimas mensagens divulgadas pela Vaza Jato nesta segunda-feira (29), está provado que o então juiz Sergio Moro fraudou as eleições presidenciais com a delação do ex-ministro Antônio Palocci

(Foto: Ricardo Stuckert | Lula Marques | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A equipe de comunicação do ex-presidente Lula denuncia que, após as últimas mensagens divulgadas pela Vaza Jato nesta segunda-feira (29), está provado que o então juiz Sergio Moro fraudou as eleições presindenciais com a delação do ex-ministro Antônio Palocci. 

Veja: 

Entenda o caso

O ex-juiz Sergio Moro, atual ministro da Justiça do governo Bilsonaro considerava fraca a delação de Palocci, mas decidiu divulgá-la antes da eleição para apoiar aquele que uma vez eleito presidente se tornaria seu chefe. Reportagem dos jornalistas Ricardo Balthazar, da Folha, e Rafael Moro Martins, do The Intercept Brasil aponta que foi política a decisão de Sergio Moro de divulgar a delação do ex-ministro Antonio Palocci seis dias antes do primeiro turno da eleição presidencial do ano passado. Leia mais aqui

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247