Lula: está provado que Moro fraudou eleição com delação de Palocci

A equipe de comunicação do ex-presidente Lula denuncia que, após as últimas mensagens divulgadas pela Vaza Jato nesta segunda-feira (29), está provado que o então juiz Sergio Moro fraudou as eleições presidenciais com a delação do ex-ministro Antônio Palocci

(Foto: Ricardo Stuckert | Lula Marques | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A equipe de comunicação do ex-presidente Lula denuncia que, após as últimas mensagens divulgadas pela Vaza Jato nesta segunda-feira (29), está provado que o então juiz Sergio Moro fraudou as eleições presindenciais com a delação do ex-ministro Antônio Palocci. 

Veja: 

Entenda o caso

O ex-juiz Sergio Moro, atual ministro da Justiça do governo Bilsonaro considerava fraca a delação de Palocci, mas decidiu divulgá-la antes da eleição para apoiar aquele que uma vez eleito presidente se tornaria seu chefe. Reportagem dos jornalistas Ricardo Balthazar, da Folha, e Rafael Moro Martins, do The Intercept Brasil aponta que foi política a decisão de Sergio Moro de divulgar a delação do ex-ministro Antonio Palocci seis dias antes do primeiro turno da eleição presidencial do ano passado. Leia mais aqui

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247