Manifesto virtual pede o fim da violência política contra candidatas mulheres

"Manifesto pela ética e pela democracia. Basta de violência política contra as mulheres” será lançado nesta quinta-feira (15). Iniciativa, coordenada pela deputada Maria do Rosário, surgiu após ataques feitos em redes sociais e debates contra Manuela D’Ávila, que disputa a prefeitura de Porto Alegre

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um manifesto pelo fim da violência política contra candidatas nas eleições deste ano será lançado virtualmente nesta quinta-feira (15). A iniciativa, coordenada pela deputada Maria do Rosário (PT-RS), surgiu após os ataques feitos em redes sociais e debates contra Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata à prefeitura de Porto Alegre. 

A inciativa do “manifesto pela ética e pela democracia. Basta de violência política contra as mulheres”, ganhou dimensão nacional com a adesão da ex-presidente Dilma Rousseff, da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) e de candidatas como Benedita da Silva (PT- RJ) e Luizianne Lins (PT-CE), além de deputadas federais. Também aderiram ao movimento lideranças da sociedade civil, como a advogada Leila Linhares, a filósofa Marcia Tiburi, e acadêmicas como Céli Pinto, entre outras. 

O documento faz um apelo ao respeito e equidade em debates, entrevistas, redes e ruas e reivindica eleições limpas, sem agressões e fake News, e a ação das autoridades eleitorais frente às agressões. “Toda vez que uma mulher é desrespeitada como mulher por quem quer calar sua voz e afetar a liderança política que ela exerce, a democracia é destruída. Isso afeta e atinge todas nós”, diz a deputada Maria do Rosário. 

O manifesto deverá ser entregue posteriormente ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TE-RS). 

Serviço:

Acesse o manifesto em https://www.change.org/portodasnos 

Lançamento do “Manifesto pela ética e pela democracia. Basta de violência política contra as mulheres” 

Quinta-feira 15/10, às 20h 

Transmissão: 

http://bit.ly/atofacebook

http://bit.ly/atoyoutube

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email