Pimenta: ex-chefão da Lava Jato oferece informações confidenciais a clientes de seu escritório de advocacia

Deputado Paulo Pimenta acusa Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos principais líderes da Lava Jato, agora procurador aposentado, de oferecer informações “estratégicas e confidenciais” relativas aos acordos de leniência e investigações da operação como chamariz para atrair clientes a seu escritório de advocacia

Paulo Pimenta e Carlos Fernando dos Santos Lima
Paulo Pimenta e Carlos Fernando dos Santos Lima (Foto: GUSTAVO BEZERRA | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dos principais líderes da Lava Jato, que agiu com maior agressividade contra Lula e o PT, o agora procurador aposentado Carlos Fernando dos Santos Lima abriu um escritório de advocacia. Segundo o deputado federal Paulo Pimenta, Lima está oferecendo abertamente  informações “estratégicas e confidenciais” relativas aos acordos de leniência e investigações da operação como chamariz para atrair clientes a seu escritório de advocacia.

De fato, a oferta é praticamente explícita no perfil do procurador lavajatista em seu perfil no Linkedin, rede social voltada a contatos profissionais. “Advogado na área de compliance, investigações internas, monitoria, (sic) e acordos de leniência e colaboração premiada”, oferece Lima em seu perfil -ele aposentou-se em setembro de 2018, mas continuou próximo da operação Lava Jato, como um de seus mentores.

Paulo Pimenta questionou: “Trocar de lado no balcão levando informações estratégicas e confidenciais é o que mesmo? Conhecer as investigações, os acordos de leniência e poder oferecer isso aos seus clientes é o que mesmo? A farsa dos reais objetivos da Lava Jato se revelam todos os dias”.

Veja o tweet de Pimenta com a imagem do perfil de Lima no Linkedin:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email