PML: discussão sobre restatização da Vale é urgente

Após o rompimento da barragem, o jornalista Paulo Moreira Leite classifica a situação como "criminosa" e destaca o papel histórico da Vale do Rio Doce, fundada em 1942 por Getúlio Vargas, hoje sucateada na mão do capital internacional; "Essa situação faz com que se o debate da restatização da Vale seja urgente", ressalta; o jornalista ainda acrescenta que o crime em Brumadinho afeta, principalmente, "a classe trabalhadora"

PML: discussão sobre restatização da Vale é urgente
PML: discussão sobre restatização da Vale é urgente
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O programa Boa Noite 247 desta segunda-feira (28) destacou o rompimento da barragem do córrego do Feijão, localizado em Brumadinho (MG), e suas consequências destrutivas e ainda incalculáveis. Os jornalistas Paulo Moreira Leite e Alex Solnik cobram medidas duras de punição aos responsáveis pela Vale e a revisão da sua concessão para operar no Brasil. 

Paulo Moreira Leite destaca o papel histórico da Vale do Rio Doce, fundada em 1942 por Getúlio Vargas, e que hoje está sucateada na mão do capital internacional. "Essa situação faz com que o debate da restatização da Vale seja urgente", ressalta. 

Já Alex Solnik afirma que o presidente da Vale do Rio Doce, Fabio Schvartsman, precisa urgentemente renunciar ao cargo. "Ele deve dizer que não conseguiu evitar o acidente e que alguém mais competente deve assumir o cargo", expõe. 

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247