Polícia Federal abre inquérito para investigar morte de homem em 'câmara de gás' em viatura da PRF

“Diligências acerca do caso já foram iniciadas e a PF trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível” disse a corporação por meio de nota

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução | Agência Brasil)


247 - A Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar a morte de Genivaldo de Jesus Santos após agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) jogarem gás no interior de uma viatura da corporação em que ele se encontrava detido. A abordagem violenta ocorreu nesta quarta-feira (16), no município de Umbaúba (SE), e foi filmada em vídeo. “Diligências acerca do caso já foram iniciadas e a PF trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível”, disse a corporação por meio de nota.

Genivaldo sofria de esquizofrenia e o laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que ele morreu por asfixia e insuficiência respiratória. A vítima não resistiu após ser preso e colocado pelos policiais no porta-malas do veículo que se transformou em uma espécie de “câmara de gás” improvisada, após os policiais jogarem a substância em seu interior. 

O caso também está sendo investigado pela Polícia Civil de Sergipe e a PRF disse, em nota, que instaurou um procedimento para apurar a conduta dos agentes envolvidos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email