Richarlison marca contra Uruguai e cobra autoridades sobre apagão no Amapá

O atacante titular da seleção brasileira Richarlison, autor do segundo gol na vitória por 2 a 0 contra o vizinho Uruguai, fez um apelo a favor da população do Amapá, estado que tem 13 de 16 municípios ainda sem energia elétrica há mais de duas semanas. Ele exigiu que as autoridades do Brasil “se pronunciem e tomem uma decisão logo”

Richarlison e apagão no Amapá
Richarlison e apagão no Amapá (Foto: Reprodução/Instagram | Rudja Santos/Amazônia Real)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O atacante titular da seleção brasileira Richarlison, autor do segundo gol na vitória por 2 a 0 contra o vizinho Uruguai na noite de terça-feira (17), fez um apelo a favor da população do Amapá, estado que tem 13 de 16 municípios ainda sem energia elétrica há mais de duas semanas. Ele exigiu que as autoridades do Brasil “se pronunciem e tomem uma decisão logo”. A reportagem é do portal Globo Esporte. 

“É sempre bom marcar gols com a camisa da Seleção, ainda mais contra uma grande equipe, o Uruguai. Jogar aqui no Centenário é muito difícil. Falando em marcar gol, queria dedicar esse gol a todas as pessoas do Amapá, que estão sofrendo muito durante esses dias. Como cidadão brasileiro, eu peço que as autoridades se pronunciem, tomem uma decisão logo, o povo está sofrendo, e eles poderiam dar uma atenção a mais. Que eles possam olhar com carinho o povo de lá, são cidadãos de bem, estão querendo o melhor para eles, para os filhos dele. Imposto está caro, pagando a comida caro, e o povo sofrendo. Espero que possam tomar as providências logo” disse o jogador que marcou seu oitavo gol em 23 jogos com o uniforme da seleção brasileira. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247