Sadala, da gangue dos guardanapos, é elo entre Aécio e Cabral

Empresário Georges Sadala, conhecido como Gê, é o principal elo entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ), que está preso e condenado a 72 anos de prisão; Sadala é o último membro importante da "gangue do guardanapo" - das fotos em Paris - a ser pego pela Lava Jato; ele foi preso nesta manhã acusado de fazer parte do esquema de Cabral no Estado

Empresário Georges Sadala, conhecido como Gê, é o principal elo entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ), que está preso e condenado a 72 anos de prisão; Sadala é o último membro importante da "gangue do guardanapo" - das fotos em Paris - a ser pego pela Lava Jato; ele foi preso nesta manhã acusado de fazer parte do esquema de Cabral no Estado
Empresário Georges Sadala, conhecido como Gê, é o principal elo entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ), que está preso e condenado a 72 anos de prisão; Sadala é o último membro importante da "gangue do guardanapo" - das fotos em Paris - a ser pego pela Lava Jato; ele foi preso nesta manhã acusado de fazer parte do esquema de Cabral no Estado (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O empresário Georges Sadala, preso na manhã desta quinta-feira 23 pela Operação C'est fini, um desdobramento da Lava Jato, é o principal elo entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ).

Sadala é o último membro importante da "gangue do guardanapo" a ser pego pela operação, como mostra reportagem da Folha, que aponta as ligações do empresário com os dois políticos. Ele é acusado de fazer parte do esquema do ex-governador no Estado.

A "gangue dos guardanapos" foi o termo atribuído ao grupo que participava de farras em Paris com Cabral. Além de Sadala, estavam presentes nas fotos em um caro restaurante na Avenida Champs Elyseés o empreiteiro Fernando Cavendish - que cumpre prisão domiciliar e foi levado hoje para depor -, além de outros secretários do ex-governador.

Na foto à esquerda desta matéria, Sadala é o que puxa o trenzinho no restaurante. À direita, é o segundo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247