Viúva de Adriano da Nóbrega: Flávio Bolsonaro manteve ex-mulher do capitão assassinado como funcionária fantasma

"Ela foi nomeada por 11 anos. Onze anos levando dinheiro, R$ 10 mil por mês para o bolso dela", afirmou a viúva do ex-PM

www.brasil247.com - Flávio Bolsonaro e Adriano Mendonça da Nóbrega
Flávio Bolsonaro e Adriano Mendonça da Nóbrega (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado | Reprodução)


247 - Júlia Lotufo, viúva do ex-policial militar Adriano da Nóbrega, afirmou numa conversa telefônica gravada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro há quase três anos que o hoje senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) manteve em seu gabinete como funcionária fantasma a ex-mulher de seu marido, informa a Folha de S.Paulo.

Em conversa com uma amiga em julho de 2019, quando Adriano ainda estava foragido, Júlia se queixa das reclamações de Danielle Mendonça da Nóbrega, ex-mulher do ex-PM, sobre as investigações do caso da "rachadinha" no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

"Ela foi nomeada por 11 anos. Onze anos levando dinheiro, R$ 10 mil por mês para o bolso dela. E agora ela não quer que ninguém fale no nome dela? [...] Bateram na casa dela porque a funcionária fantasma era ela, não era eu", disse Júlia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-PM ficou foragido entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2020, quando foi morto num suposto confronto durante uma operação policial na Bahia, onde estava escondido. Ele era acusado de comandar a principal milícia da zona oeste do Rio de Janeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Adriano também era investigado na ocasião sob suspeita de envolvimento no suposto esquema de "rachadinha'' no antigo gabinete de Flávio. A ex-mulher e a mãe do ex-PM eram apontadas como funcionárias fantasmas do então deputado estadual. As investigações mostraram que contas bancárias controladas por ele foram usadas no esquema.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email