Weintraub diz a Bolsonaro que não houve sabotagem no Enem

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, telefonou para o Jair Bolsonaro, e também afirmou que o problema de correção no Enem “não impactou em nada a note de corte”

Abraham Weintraub e  Jair Bolsonaro
Abraham Weintraub e Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, telefonou para o Jair Bolsonaro, para convencê-lo de que não houve “sabotagem” no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O titular da pasta destacou que “o que era para sair no verde saiu no cinza”. De acordo com o chefe do MEC, o problema de correção no Enem “não impactou em nada a note de corte”. Os relatos foram publicados no site O Antagonista. Cerca de 6 mil estudantes foram afetados. 

Bolsonaro mandou apurar se os erros no Enem foram causados por falha do governo ou sabotagem. "Enem: está complicado. Eu estou conversando com Abraham Weintraub, para ver se foi alguma falha nossa, falha humana, sabotagem, seja lá o que for", disse ele.

Por conta dos problemas no Enem, as inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni) haviam sido suspensas. As inscrições no Prouni e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) dependem do resultado Sisu. 

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, liberou nesta terça-feira (28) a divulgação dos resultados do Sisu e os próximos passos do processo seletivo com base no Enem 2019.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247