Covid-19 em apartamento abandonado na China pode indicar vírus no esgoto

Pesquisadores da China afirmaram que a descoberta da presença do novo coronavírus no banheiro de um apartamento desocupado em Guangzhou, no país asiático, sugere que o vírus pode ter entrado nos canos de esgoto

(Foto: Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisadores do Centro Chinês para o Controle e Prevenção de Doença afirmaram que a descoberta da presença do novo coronavírus no banheiro de um apartamento desocupado em Guangzhou, no país asiático, sugere que o vírus pode ter entrado nos canos de esgoto por meio de pequenas partículas transportadas pelo ar. O estudo publicado na revista científica Environment International.

De acordo com Lidia Morawska, diretora do Laboratório Internacional de Qualidade do Ar e Saúde da Universidade de Tecnologia de Queensland, na Austrália, gases de esgoto às vezes sobem através de canos na falta de água suficiente. "Se houver cheiro, significa que de alguma forma o ar foi transportado para onde não deveria", disse Morawska em uma entrevista. 

Apartamentos em edifícios de vários andares na China costumam ser conectados por meio de um sistema de esgoto compartilhado, acrescentou a dirigente. Os relatos foram publicados no jornal O Globo

Em fevereiro, traços de SARS-CoV-2 foram detectados na pia e em torneiras de um apartamento vazio. A unidade fica acima da casa onde moravam cinco pessoas confirmadas com a doença.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247