Governo Bolsonaro teme mais atraso para conseguir vacina da Oxford na Índia

O governo de Jair Bolsonaro teme que a política da Índia de priorizar a exportação do imunizante para países vizinhos gere ainda mais atraso no lote de 2 milhões de doses contratadas pelo Brasil

(Foto: REUTERS/Dado Ruvic)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após falha para adquirir as doses da vacina da Oxford/AstraZeneca na semana passada, o governo de Jair Bolsonaro teme que a política da Índia de priorizar a exportação do imunizante para países vizinhos gere ainda mais atraso no lote de 2 milhões de doses contratadas pelo Brasil.

Os primeiros atendidos pela Índia, que iniciou no final de semana seu plano de vacinação, seriam Nepal, Butão, Bangladsh e Mianmar. As exportações devem começar nas próximas semanas.

A entrega para o Brasil será feita pelo Serum Institute, um dos centros de produção da vacina vinculados à AstraZeneca.

O avião que buscaria as vacinas ficou pronto para decolar do aeroporto do Recife (PE), mas a falta de autorização dos indianos frustrou os planos do Palácio do Planalto de ter o lote no Brasil ainda no domingo, 17 - dia em que a vacina teve o seu uso emergencial liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Assim, a vacinação no Brasil não começou pelo governo federal, mas pelo governo estadual de São Paulo, que já tinha em mãos doses da CoronaVac, vacina chinesa produzida pelo Instituto Butantan no país que também foi autorizada para uso emergencial pela Anvisa.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email