Escritório contratou Porchat com recursos da Lei Rouanet

Operação Boca Livre, da PF, identificou entre as fraudes no financiamento da Lei Rouanet, a contratação para a festa de aniversário do Demarest Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país, do show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, no começo deste mês; uma auditoria comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto, cerca R$ 200 mil; Fábio Porchat não é investigado e nem há indícios de que soubesse da origem do dinheiro

Operação Boca Livre, da PF, identificou entre as fraudes no financiamento da Lei Rouanet, a contratação para a festa de aniversário do Demarest Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país, do show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, no começo deste mês; uma auditoria comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto, cerca R$ 200 mil; Fábio Porchat não é investigado e nem há indícios de que soubesse da origem do dinheiro
Operação Boca Livre, da PF, identificou entre as fraudes no financiamento da Lei Rouanet, a contratação para a festa de aniversário do Demarest Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país, do show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, no começo deste mês; uma auditoria comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto, cerca R$ 200 mil; Fábio Porchat não é investigado e nem há indícios de que soubesse da origem do dinheiro (Foto: Roberta Namour)

247 – A Operação Boca Livre, da PF, identificou entre as fraudes no financiamento da Lei Rouanet, a contratação para a festa de aniversário do Demarest Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país, do show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, no começo deste mês.

Uma auditoria da Receita Federal comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto, cerca R$ 200 mil.

Fábio Porchat não é investigado e nem há indícios de que soubesse da origem do dinheiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247