Negros e negras realizam atos para reafirmar resistência em várias cidades do Brasil

Milhares de pessoas foram às ruas em cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro nesta segunda-feira para comemorar o Dia da Consciência Negra e protestar contra o racismo e suas consequências; atos incluíram também manifestações culturais

Dia da Consciência Negra, manifestação contra o racismo e intolerância
Dia da Consciência Negra, manifestação contra o racismo e intolerância (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Sputnik Brasil

Milhares de pessoas foram às ruas em cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro nesta segunda-feira para comemorar o Dia da Consciência Negra e protestar contra o racismo e suas consequências.

Pedindo a criação de um projeto político de vida para a população negra e o fim do genocídio, os participantes marcharam por importantes avenidas das capitais levando cartazes e gritando palavras de ordem contra a discriminação.

De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a violência contra os negros, que representam 54% da população brasileira, piorou nos últimos anos. De 2005 a 2015, enquanto o número de brancos assassinados no país caiu 12%, o de negros aumentou 18%. Dados do órgão mostram que 71% das vítimas de homicídio no Brasil são negros.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247