Wagner Moura segura placa com o nome de Marielle no Festival de Berlim

O ator Wagner Moura segurou uma placa da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) durante o Festival de Berlim, na Alemanha, onde foi exibido o primeiro filme dele como diretor, "Marighella"; no evento também ecoaram gritos de Gritos de “Lula Livre” e “Ele, Não”

Wagner Moura segura placa com o nome de Marielle no Festival de Berlim
Wagner Moura segura placa com o nome de Marielle no Festival de Berlim

247 - O ator Wagner Moura segurou uma placa da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) durante o Festival de Berlim, na Alemanha, onde foi exibido o primeiro filme dele como diretor, "Marighella". No evento também ecoaram gritos de Gritos de “Lula Livre” e “Ele, Não”.

A parlamentar foi assassinada a tiros em março do ano passado junto com o seu motorista na região central do Rio. A suspeita é de que o crime tenha sido encomendado. Os criminosos escolheram um lugar sem câmera para efetuarem os disparos. Outro detalhe é que, segundo imagens de uma câmera de segurança acessadas pela Globo, um carro saiu logo após o veículo de Marielle se deslocar (confira aqui a partir de 1min05s).

Em janeiro deste ano, de 2019, o procurador-geral de Justiça Eduardo Gussem disse não haver dúvidas sobre a participação do crime organizado no assassinato. "A omissão estatal com a leniência de autoridades públicas propiciaram que se implantasse o terror e o medo na sociedade. E ameaça às autoridades é uma afronta. A morte de Marielle e Anderson está relacionada às organizações criminosas", afirmou.

Também no mês passado, milicianos acusados de exploração imobiliária ilegal em Rio das Pedras, zona oeste da cidade do Rio, foram presos. Um deles está foragido: ex-capitão do Bope Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado pelo MP-RJ como o chefe do chamado Escritório do Crime, braço armado do grupo e que também é suspeito de envolvimento na morte de Marielle.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247