BC prevê que inflação feche o ano em 3,2%

Banco Central reduziu as estimativas de inflação em 2017 e 2018 e passou a ver uma atividade econômica mais forte neste ano, segundo Relatório Trimestral de Inflação divulgado pela instituição. BC calculou alta do IPCA de 3,2% em 2017 e de 4,3% em 2018; BC também melhorou sua expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano a 0,7%, contra 0,5% por cento antes

inflação
inflação (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Banco Central reduziu as estimativas de inflação em 2017 e 2018 e passou a ver uma atividade econômica mais forte neste ano, segundo Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira, no qual voltou a indicar que vê como adequada uma redução moderada na magnitude de flexibilização monetária.

No documento, o BC calculou alta do IPCA de 3,2 por cento em 2017 e de 4,3 por cento em 2018 pelo cenário de mercado, sobre 3,3 e 4,4 por cento vistos no comunicado da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no início deste mês. Para 2019 e 2020, o BC apontou inflação de 4,2 por cento e 4,1 por cento, respectivamente, também pelo cenário de mercado.

Em relação ao desempenho da economia, o BC melhorou sua expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano a 0,7 por cento, contra 0,5 por cento antes, e estimou uma alta de 2,2 por cento para a atividade no ano que vem.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247