Bolsocaro: minados pela inflação, um em cada quatro brasileiros não consegue pagar as contas ao final do mês

De acordo com pesquisa da CNI, o dinheiro mal dá para pagar as contas básicas; 40% deixou de comprar alguns alimentos

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Paulo Guedes
Jair Bolsonaro e Paulo Guedes (Foto: Agência Brasil | Reuters)


247- Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que o salário dos brasileiros não é suficiente para chegar até o final do mês. Um em cada quatro brasileiros não consegue pagar todas as contas e está longe de sair do vermelho, pois 69% não conseguem juntar dinheiro.

Ainda de acordo com a pesquisa, o dinheiro mal dá para pagar as contas básicas e, por este motivo, mais da metade dos entrevistados reduziu as despesas com lazer, compra de roupas e viagens. 

34% dos entrevistados já atrasaram contas de luz ou água, 19% deixaram de pagar planos de saúde e 16% tiveram de vender algum bem para quitar dívidas. Além disso, para não passarem fome, 40% dos entrevistados deixaram de comprar alguns alimentos.

De acordo com a CNI, fatores como a guerra na Ucrânia, a pandemia de Covid-19 e outros aspectos contribuíram para o aperto nas finanças, mas é a alta da inflação do governo Jair Bolsonaro (PL) que mais assusta os brasileiros. 

“O estudo mostra os efeitos da situação econômica do país nos hábitos da população. O aumento de preços de produtos como gás de cozinha, alimentos e combustível impacta diretamente no orçamento das famílias e isso reflete na redução do consumo de uma forma mais ampla”, destaca o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo. 

Os entrevistados têm esperança que após a eleição esse cenário de carestia deve melhorar. Do total, 56% acreditam que, até dezembro, estarão com uma situação econômica pessoal melhor ou muito melhor.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email