Bolsonaro diz que não está prevista ampliação do auxílio emergencial

Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que não está prevista uma ampliação do auxílio emergencial R$ 600 para trabalhadores informais, mas disse que poderá ser "convencido" sobre isso

Aplicativo Auxílio Emergencial ao Trabalhador
Aplicativo Auxílio Emergencial ao Trabalhador (Foto: Leonardo Sá/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que não está prevista uma ampliação do auxílio emergencial R$ 600 para trabalhadores informais, mas disse que poderá ser "convencido" sobre isso, se houver recursos. A reportagem é do jornal O Globo. 

Na semana passada, informa a reportagem, o Senado aprovou uma proposta que aumenta as categorias com direito a receber o auxílio. O projeto agora será analisado por Bolsonaro.

"Não está prevista a ampliação, até porque cada parcela está na casa, um pouco acima, de 30 bilhões de reais" , disse Bolsonaro, acrescentando depois sobre a inclusão de novas categorias. 

 "Isso daí, por enquanto, não está previsto. Se houver necessidade, se nos convencerem e tiver recurso para tal, a gente estuda e defere ou não", acrescentou. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247