Caoa nega ser alvo da Operação Zelotes

Em nota, o grupo Caoa, um dos principais revendedores Ford e Hyundai do País, informou não ter relação com a Operação Zelotes; grupo foi citado em reportagem do jornal O Globo; MP estuda pedir o fim do sigilo das investigações

www.brasil247.com - Em nota, o grupo Caoa, um dos principais revendedores Ford e Hyundai do País, informou não ter relação com a Operação Zelotes; grupo foi citado em reportagem do jornal O Globo; MP estuda pedir o fim do sigilo das investigações
Em nota, o grupo Caoa, um dos principais revendedores Ford e Hyundai do País, informou não ter relação com a Operação Zelotes; grupo foi citado em reportagem do jornal O Globo; MP estuda pedir o fim do sigilo das investigações (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Em nota, o grupo Caoa informou não ter relação com a Operação Zelotes. Leia abaixo:

Sobre esta operação Zelotes:
- a Caoa não conhece e não tem relacionamento comercial com nenhuma das pessoas citadas até agora nessa operação;
- nos casos julgados no CARF, de interesse da CAOA, a empresa perdeu por 6 a zero. Ou seja, a caoa não teve nenhum voto favorável no CARF, apesar das teses da empresa serem muito consistentes;
- o Dr. Quiroga, do Mattos Filho, Veiga Jr, Marrey Jr & Quiroga Advogados, e quem representa a Caoa nos casos no CARF.

Abaixo, reportagem anterior do 247:

O empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, dono do grupo Caoa e um dos homens mais riscos do País, com patrimônio bilionário, é também um dos alvos da Operação Zelotes, da Polícia Federal.

PUBLICIDADE

A informação consta de reportagem de Gabriel Mascarenhas e Sofia Fernandes, na Folha de S. Paulo, e envolve a empresa Cobrança Ltda, que pertence ao empresário Caoa, revendedor das marcas Hyundai e Ford no Brasil.

Segundo a investigação, o grupo Caoa teria oferecido vantagens para obter benefícios junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), que é ligado ao Ministério da Fazenda.

PUBLICIDADE

O grupo Caoa, no entanto, informou que teve duas multadas julgadas pelo Carf e que, nos dois casos, seus recursos foram indeferidos.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email