França e Irlanda exageraram ao ligarem incêndios a acordo comercial, diz ministra

Para a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, houve um exagero por parte da França e da Irlanda ao relacionarem questões relacionadas a queimadas na Amazônia com aprovação de acordo comercial Mercosul-União Europeia, Ela disse ainda que não espera que o agronegócio do Brasil venha a sofrer embargos comerciais devido a polêmicas ambientais

Brasilia DF - ministra da Agricultura no governo de Jair Bolsonaro, Tereza Cristina
Brasilia DF - ministra da Agricultura no governo de Jair Bolsonaro, Tereza Cristina (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Reuters - Houve um exagero da França e da Irlanda ao relacionarem questões relacionadas a queimadas na Amazônia com aprovação de acordo comercial Mercosul-União Europeia, disse nesta segunda-feira a ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, a jornalistas após evento em São Paulo.

Na sexta-feira, o gabinete do presidente francês, Emmanuel Macron, disse que o país se oporia ao acordo UE-Mercosul, posição semelhante à da Irlanda, na esteira das notícias relacionadas à Amazônia.

Ela disse ainda que não espera que o agronegócio do Brasil venha a sofrer embargos comerciais devido a polêmicas ambientais.

Tereza falou que toda ajuda internacional para controlar queimadas é bem-vinda, mas desde que Brasil possa decidir quais iniciativas são importantes.

Por Gabriel Araujo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247