HOME > Economia

Governo Lula quer incluir famílias com renda de até R$ 12 mil no Minha Casa, Minha Vida

Segundo o ministro das Cidades, Jader Filho, a inclusão da classe média no programa é uma demanda do presidente Lula

Lula e Janja (Foto: Ricardo Stuckert)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Reuters - O ministro das Cidades, Jader Filho, disse nesta terça-feira que o governo está fazendo estudos e quer incluir famílias com renda mensal de até 12 mil reais no programa Minha Casa, Minha Vida, atendendo a uma demanda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de incluir a classe média no programa.

A declaração do ministro foi dada durante transmissão ao vivo de Lula nas redes sociais. O ministro também disse que os mutuários do Minha Casa, Minha Vida que são beneficiários do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) terão seus contratos de financiamento quitados.

"Estamos neste momento em discussão dentro do Ministério das Cidades, da Secretaria Nacional de Habitação, estamos conversando com a Caixa e estamos discutindo com eles para a gente poder fazer uma faixa estendida até 12 mil reais", disse Jader Filho a Lula durante a transmissão.

"Nós precisamos atender a um maior número de famílias. Quanto mais famílias nós pudermos trazer e elas realizarem o sonho da casa própria, é importante que isso seja atendido", disse o ministro.

Na transmissão, Lula defendeu a ampliação das faixas de renda do Minha Casa, Minha Vida e disse que o governo deve financiar imóveis maiores para a população que quiser adquirir essas unidades.

"Nós queremos, inclusive, Faixa 4 (no Minha Casa, Minha Vida). Nós queremos que pessoas que querem uma casa de três quartos, de quatro quartos, possam ter uma casa financiada pelo governo", disse o presidente.

Jader Filho também afirmou que o governo irá superar a meta de contratar 2 milhões de unidades habitacionais até o final do mandato de Lula em 2026.

"Nós vamos ultrapassar a meta de 2 milhões de unidades habitacionais nesses próximos quatro anos", disse o ministro.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: